4 de abril de 2014

CINEMA EM CASA - That's money, honey!

Escrito por: Peterson Leandro

Bom dia, seus lindos!

Sexta é aquele que dia que escolhemos pra gastar, de alguma forma, o que guardamos a semana toda, de disposição e energia à dinheiro. Mas como está o bolso de vocês? Bem, meu extrato bancário anda chorando, e suas lágrimas são vermelhas, mas não podemos dizer o mesmo dos estúdios de cinema.

A Disney, por exemplo, não tem do que reclamar. Recentemente “Frozen – Uma Aventura Congelante” se tornou a animação de maior bilheteria de todos os tempos, superando Toy Story 3, da Pixar (que é uma divisão da Disney, à propósito). Além disso, os longas da Marvel Studios, que também é da Disney, tem feito muito dinheiro pelo mundo e entrando nos ranking das maiores bilheterias de todos os tempos. Recursos como salas IMAX e o tal 3D renovaram a experiência de ir ao cinema e esses tipos de produção tem movimentado o mercado e atraído o público de volta para dentro das salas, apesar do avanço da pirataria.

Diante de tantos hits comerciais que foram lançados nos últimos anos, vamos ver como anda esse ranking até a presente data e entender todo esse sucesso.

você pode acessar o trailer de todos os filmes clicando no título ;)

ESTÚDIO: Walt Disney Pictures
ORÇAMENTO: US$ 150 milhões
FATURAMENTO: US$ 1.072.402.000,00

A história das irmãs Elsa e Anna caiu rapidamente na graça do público. Com uma trilha sonora que se mantém no topo das paradas desde sua estreia, tendo vendido mais 1 milhão de cópias, só nos Estados Unidos e dois Oscars (um para a canção "Let It Go" e de Melhor Animação), definitivamente é o grande hit do ano.



ESTÚDIO: Warner Bros.
ORÇAMENTO: US$ 250 milhões
FATURAMENTO: US$ 1.084.439.099,00

A Warner esteve em apuros nos anos 2000, mas foi o dedo mágico de Christopher Nolan e a franquia do Cavaleiro das Trevas que tirou o estúdio do vermelho. O capítulo que encerra a trilogia veio cercado de expectativas, não apenas em qualidade, mas também em quantidade, pois significava o fim de outra franquia muito rentável para o estúdio (Harry Potter havia acabado no ano anterior). E fez bonito, faturando quatro vezes mais seu custo de produção.



ESTÚDIO: Columbia/Sony Pictures
ORÇAMENTO: US$ 200 milhões
FATURAMENTO: US$ 1.108.561.013,00

James Bond, um personagem com mais de 50 anos de existência provou em sua vigésima terceira aventura nos cinemas que ainda está em forma e mais do que muitos novinhos por aí. A escolha de Daniel Craig para papel principal três filmes atrás sem dúvida renovou a franquia, que vinha em queda. Para exemplificar, Die Another Day, último filme com Pierce Brosnan, faturou apenas US$ 431.971.116, mesmo tendo um orçamento de incríveis US$ 140 milhões. Além de muito dinheiro, Operação Skyfall trouxe James Bond de volta às premiações, sendo indicado a 5 Oscars, levando os prêmios de Melhor mixagem de som e Melhor canção original. Não é à toa que Craig anda sendo considerado o melhor Bond de todos os tempos.
 


ESTÚDIO: New Line Cinema
ORÇAMENTO: US$ 94 milhões
FATURAMENTO: US$ 1.119.929.521,00

A poderosa jornada para destruir o Um Anel foi um sucesso desde o início, mas foi o capítulo final que corou a franquia e colocou de vez o nome de Peter Jackson na história do cinema. Desacreditada e rejeitada por vários estúdios, a franquia rendeu muito dinheiro desde o primeiro filme, mas O Retorno do Rei foi sem dúvida o grande marco. Lançado há mais de 10 anos, o filme ainda sustenta a sétima posição desse ranking firme e forte. Vale ressaltar que o orçamento estimado do filme não corresponde à realidade, uma vez que os três filmes da franquia foram produzidos simultaneamente, dificultando o rateio desses custos. No entanto, nem só de dinheiro viveu o sucesso de O Retorno do Rei, o longa também bateu records no Oscar, sendo indicado à 11 categoria e vencendo TODAS. Vamos à lista: Melhor filme, Melhor diretor, Melhor roteiro adaptado, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Direção de Arte, Melhor Edição, Melhor Figurino, Melhor Maquiagem, Melhor Mixagem de Som, Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção Original. Nada mal. Nenhum pouco, aliás.




ESTÚDIO: Paramount Pictures
ORÇAMENTO: US$ 195 milhões
FATURAMENTO: US$ 1.123.794.079,00 

Embora a terceira parte da franquia baseada na animação dos anos 90 não tenha agradado a crítica especializada, sem dúvida agradou o público. Faturando quase seis vezes mais do que gastou pra ser produzido, as já conhecidas grandes explosões e batalhas com efeitos arrebatadores de Michael Bay atingiram seu objetivo, o estúdio não tendo do que reclamar, já garantiu sua quarta sequência, mesmo perdendo praticamente todo elenco original.



ESTÚDIO: Marvel Studios/Walt Disney Pictures
ORÇAMENTO: US$ 200 milhões
FATURAMENTO: US$ 1.215.439.994,00

Embora seja claramente o mais fraco em qualidade na sua franquia própria e tenha decepcionado muitos fãs, o mesmo não se pode dizer sobre desempenho nas bilheterias de Homem de Ferro 3. Com a difícil missão de manter o estrondoso sucesso alcançado por "Os Vingadores" em 2012, ele segurou a onda e é o filme solo da Marvel Studios de maior sucesso até agora. Vale ressaltar que anteriormente esse posto era ocupado pelo próprio Homem de Ferro, com a sequência de 2010, mas já foi superado por Thor: O Mundo Sombrio, lançado esse ano.




ESTÚDIO: Warner Bros.
ORÇAMENTO: US$ 250 milhões (divido com a Parte 1)
FATURAMENTO: US$ 1.341.511.219,00

Dez anos após a estreia de A Pedra Filosofal, o menino bruxo finalmente traz seu épico capítulo final às telas do cinema. Épico também foi seu faturamento. Contando com o recurso 3D (mal utilizado, diga-se de passagem) que encarece os ingressos, Harry Potter não poderia encerrar suas atividades de melhor forma, deixando os executivos da Warner com sorriso de orelha a orelha. Parte 1 e Parte 2 foram produzidos simultaneamente e faturam juntos nada menos que US$  2.301.794.524,00, NOVE VEZES MAIS do que o gasto.



3 Os Vingadores (2012)
ESTÚDIO: Marvel Studios/Walt Disney Pictures
ORÇAMENTO: US$ 220 milhões
FATURAMENTO: US$ 1.518.594.910,00

2012 foi, definitivamente, um ano muito lucrativo. Depois de planejar e executar um universo próprio nos cinemas através de filmes solo, a Marvel culminou sua chamada "Fase 1" com a reunião de todos os seus super-heróis explorados até então na equipe que vingaria o planeta Terra. Tantas estrelas e bilheterias milionárias juntas poderiam virar uma grande bagunça e dar à Marvel o fim do seu grandioso plano se não fosse a mão firme do diretor Joss Whedon. Um faturamento de US$ 1,5 bilhões é tão épico quanto o filme poderia ser, garantindo o futuro da Marvel nos cinemas por muito mais tempo do que esperávamos.



2 Titanic (1997)
ESTÚDIO: 20th Century Fox/Paramount
ORÇAMENTO: US$ 200 milhões
FATURAMENTO: US$ 2.186.772.302,00

Titanic é, sem dúvidas, um dos grandes filmes do cinema moderno, não só pela largueza de sua produção, mas também pelo seu bilionário faturamento. Ocupando durante muito tempo o primeiro lugar desse ranking, a trágica história de amor de Jack Dawson e Rose DeWitt Bukater e o naufrágio do navio que nem Deus poderia afundar marcou a geração dos anos 90 e encantou milhares de pessoas nas salas de cinema, sendo o primeiro filme a atingir a marca de US$ 1 bilhão em bilheteria. Além disso, o longa também foi indicado a 11 estatuetas do Oscar, levando pra casa os prêmios de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Trilha Sonora Original e Melhor Canção. O fato do filme ainda se manter no pódio desse ranking se deu porque, em 2012, pra comemorar seus 15 anos de estreia, foi convertido em 3D e relançado nas salas, aumentando ainda mais seu faturamento.



1 Avatar (2009)
ESTÚDIO: 20th Century Fox
ORÇAMENTO: US$ 237 milhões
FATURAMENTO: US$ 2.782.275.172,00

James Cameron é, sem dúvida, uma máquina de fazer dinheiro. Utilizando muito mais buzz do que a qualidade impressa no segundo lugar desse ranking, ele conseguiu colocar mais um filme no topo das maiores bilheterias de todos os tempos. Falando aos quatro ventos sobre como revolucionaria a indústria, Cameron nos levou ao planeta Pandora e conseguiu faturar DOZE VEZES MAIS do que gastou com a produção de Avatar, um grandioso marco, ainda mais se levarmos em conta a derrapada ao criar um universo próprio desinteressante e principalmente a falta de carisma dos protagonistas, coisa que em Titanic sobrava. Nenhum problema para a Fox que já encomendou mais duas continuações.




Depois de tantas cifras, fica chato fazer aquela conferência no extrato bancário, né? Mas não se preocupe, semana que vem vamos fazer a viagem contrária e descobrir os 10 maiores flops do cinema. Até lá!

3 comentários:

Jayson disse...

caraleo, me sinto velho em saber q o senhor dos anes ja tem 10 anos. minha nossa

Ronni Anderson disse...

Vc é sempre muito espirituoso, Peterson!
Mais um post muito bom!

Patrícia disse...

Muito curiosa pra parte 2, haha. Amo listas.